Roteiro Turístico

SÃO PEDRO DE ALVA
Uma das grandes atracções naturais desta terra é sem dúvida a praia fluvial do vimieiro, localizada nas margens do rio Alva, onde poderá desfrutar da vegetação e da calma do espaço circundante. Dispõe de um parque de merendas e de uma azenha. Em São Pedro de Alva prevalece a harmonia das águas límpidas e cristalinas do rio Alva, convergindo as atenções dos da terra e de quem vem de fora. A poluição é totalmente desconhecida neste trecho do Alva, oxalá que para sempre! A situação é um privilégio, num lugar ameno, entre serras de pinheiros, cortados por breves vales frescos e alegres, deliciando quem nos visita. Ao nível arquitectónico, destaque para a igreja Paroquial de S. Pedro documenta de algum modo o passado da vila. É do século XVIII e resultou de um acrescentamento de uma mais pequena, do século XV, destruída pelo sismo de 1755. De visitar ainda as capelas dos lugares de Laborins, Hombres, São Pedro de Alva, Quintela, Silveirinho, Vale da Vinha, Ribeira, Lufreu, Cruz do Soito, Castinçal, Sobral, Parada e Cavaleiro. Destaque também para o Pelourinho situado na sede de Freguesia. António José de Almeida, que foi o sexto Presidente da Republica, era natural desta Freguesia, foi eleito a 6 de Agosto de 1919 exercendo o cargo até 5 de Outubro de 1923, sendo o único Presidente da primeira Republica que levou o mandato até o fim, tendo sido homenageado com uma estátua a entrada da Freguesia. São Pedro de Alva mostra o que de melhor existe na freguesia, no concelho de Penacova e também na região, através da EXPOALVA, um certame promovido pela Junta de Freguesia, que se empenha arduamente num evento onde nada é deixado ao acaso. A EXPOALVA constitui uma forma de mostrar a nossa terra e o nosso concelho, as nossas gentes, as nossas empresas e o artesanato, assim como a nossa gastronomia.
.
SÃO PAIO DE MONDEGO
Recomenda-se uma visita à Igreja Matriz, cujo patrono é São Paio. A igreja é um monumento arquitectónico de fachada simples datado de 1740. O interior deste monumento serviu, durante muitos anos de sepultura a muitos dos nossos antepassados. 
 
Aquando das invasões francesas esta Igreja sofreu grandes estragos, provocados por um incêndio. Foi reconstruída em 1813 e restaurada em 1996.
A 500 metros do centro da povoação de São Paio fica o lugar das Ermidas, onde existe um grande recinto composto por duas capelas: a Capela de Nossa Senhora das Neves e a Capela de Nosso Senhor do Calvário, enriquecidas pela presença, no mesmo recinto, do coreto, da quermessse, do dancing, do bar da capela e dos famosos Eucaliptos Centenários que deliciam os visitantes com as imensas sombras que proporcionam.
 
Em 1942 foi inaugurado um chafariz construído com a boa vontade dos moradores e com a comparticipação dos Melhoramentos Rurais. A água que jorra deste chafariz é proveniente de uma nascente e canalizada até à povoação. 
 
Existe ainda a Fonte do Ribeiro, precisamente por se encontrar junto a um curso de água. 
 
No que diz respeito ao património paisagístico São Paio disfruta de um quadro magnífico proporcionado pelo rio Mondego e pelas suas margens, e pela Albufeira da Barragem da Aguieira. Com uma gastronomia rica e farta, esta terra sabe receber bem quem nos visita. Comprove isso mesmo e venha conhecer São Paio do Mondego, será recebido de braços abertos.